A qual lugar você pertence?

Repito: a qual lugar você pertence?

Saberia me dizer, assim de bate-pronto, para onde você deseja ir?

Nem tanto ‘quem é você’, mas sim, o ‘pertencer’ a algum lugar.

A gente se sente confortável em determinadas em algumas situações. Em outras, abominamos e não vemos a hora de sair daquilo. O problema é quando por um lado rejeitamos aquilo por completo, mas não vemos a hora de que ocorra de novo, queremos fazer parte.

O que mata é, ao deitar a cabeça no travesseiro, e dormir um suposto Sono dos Justos, você se lamentar por algo que queria ter feito, mas não conseguiu fazer, porque abomina. Não encontrou forças, oportunidade ou, simplesmente, ficou no “na próxima eu tento”, “vou esperar que ‘x’ aconteça”, etc.

É o adiar algumas ações por medo de parecer ridículo, mesmo sabendo que deveria tentar.

Como saber se pertences de fato a esse lugar?

Será que você está tentando nos lugares certos?

Como não ter aquela sensação de desperdício de juventude?

Dizem que é melhor arrepender-se pelo feito do que pelo não feito. Será que a dúvida de pertencer a determinado lugar e não ter coragem para agir frente a determinadas ações configura um arrependimento para o fim da vida?

Vontade do dia: colocar a vida numa mala e sair por aí viajando, sem destinos calculados. Quantos vão me condenar por pensar em tamanha ousadia?

“Loucura”, dirão alguns. Outros chamarão de Viver. Em maiúscula.

[Se isto está soando muito melodramático, peço desculpas às almas que partilham desse espaço…Ando bastante reflexivo nos últimos tempos. Será sem motivo?]

Anúncios

Sobre Diego Moura

Jornalista com experiência em comunicação corporativa na área de mineração e assessoria de imprensa em organização pública. Um dos autores do livro-reportagem "Não foram apenas as unhas - As mulheres no inferno da ditadura". Atualmente, tem interesse em trabalhos em redação e cobertura jornalística. É autor do blog "Textos para pensar".
Esse post foi publicado em Blogosfera, Cotidiano, Versos, Vida do Disimo e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s