ESPECIAIS: Uma volta pelo Lincoln Center

Uma volta pelo Lincoln Center 

 Por Camila Savioli

No segundo City Tour que fiz em Nova York, eu não fazia a mínima idéia o que era o Lincoln Center. Mas ao chegar lá, me surpreendi! O lugar é lindo, chique e super organizado. A primeira coisa que vem à mente é que para assistir algum concerto ou ballet, você precisa de um bom dinheiro! Mas, estava enganada. Segundo o guia que estava com a gente, você pode assistir um bom concerto com apenas 25 dólares! E o melhor… Se você não tem absolutamente nada para gastar, você consegue assistir shows e peças de graça! Eles preparam tudo isso em volta do Lincoln Center. Muito legal! E na entrada do Lincoln Center, você lê nas escadas “bem-vindos” em todas as línguas! SHOW!

Lincoln Center

Agora vou falar um pouquinho sobre este lugar. O Lincoln Center for the Performing Arts é um complexo de edifícios que é sede de 12 companhias artísticas. Foi construído na época do plano de reurbanização de Robert Moses. Está localizado entre a Columbus Avenue e a Amsterdam Avenue e entre a West 62nd com a West 66th street, no Upper West Side, Manhattan.

Doadores do Lincoln Center

Ao chegar lá, você já vê o Metropolitan Opera Association. É o maior palco de apresentações de óperas. Peter Gelb é o diretor geral da companhia. O diretor musical é o maestro americano James Levine. A companhia foi fundada em 1880. A Academia representava o mais alto círculo social na sociedade de Nova York. O Metropolitan Opera apresenta em torno de 220 performances anualmente.

Metropolitan Opera

Metropolitan Opera

Avery Fisher Hall

Ao lado do Metropolitan, você encontra o Avery Fisher Hall. O prédio é a atual sede da Orquestra Filarmônica de Nova York. Lá são realizados diversos eventos, como musicais, casamentos, cerimônias de graduação, etc. No dia que fui lá, tinha acabado de ocorrer a premiere do Harry Potter e as Relíquias da Morte Parte 2. Imagina como que tava aquele lugar no dia! Rs. O Avery Fisher Hall foi construído em 1962 e o projeto arquitetônico é de Max Abramovitz.

Do outro lado, você também encontra o

David H. Kock Theatre

. É um teatro para balé e óperas. Originalmente, seu nome é New York State Theatre e a casa tem sido lugar de New York City Ballet e New York City Opera desde 1964. O teatro foi projetado por Philip Johnson. Este lugar também foi cenário do filme Cisne Negro. Todas essas escolas, desde sua fundação, receberam doações e recebem até hoje. Na foto, há um painel com os nomes de famílias influentes que doam parte do seu dinheiro em nome da arte.

Bom, hoje só falei desse lugar lindo e que vale muito a pena conhecer! No próximo – e último – post, vou falar sobre as comidas, algumas curiosidades e dicas para quando você viajar para Nova York! 

Anúncios

Sobre Diego Moura

Jornalista com experiência em comunicação corporativa na área de mineração e assessoria de imprensa em organização pública. Um dos autores do livro-reportagem "Não foram apenas as unhas - As mulheres no inferno da ditadura". Atualmente, tem interesse em trabalhos em redação e cobertura jornalística. É autor do blog "Textos para pensar".
Esse post foi publicado em Blogosfera, Cotidiano, Cultura, Projetos Mackenzistas e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s