Sobre o 1º Encontro dos Blogueiros

[O post está longo, mas o assunto compensa, vão por mim!]

Ocorreu hoje, das 9h às 19h, no Sindicatos dos Engenheiros de São Paulo, o  dia inicial do chamado 1º Encontro Nacional dos Blogueiros Progressistas, o qual reuniu mais de 300 blogueiros de 19 estados do Brasil. Contou-se com a presença de Paulo Henrique Amorim, Luís Nassif, Rodrigo Vianna, Luiz Carlos Azenha e uma série de outros profissionais gabaritados. A discussão que permeou a reunião foi o papel preponderante exercido pelos blogs enquanto alternativa à mídia tradicional brasileira. Foram levantados temas atuais, como as mudanças bruscas na TV Cultura de SP e assuntos pontuais referentes, diretamente, às páginas online: ferramentas complementares, discussões acerca do Twitter, questões jurídicas (ameaças fundamentadas ou não de processos, responsabilidade na postagem de conteúdo) e, como não poderia deixar de ser, muita política.

Paulo Henrique Amorim, do Conversa Afiada, no 1º Encontro Nacional dos Blogueiros Progressistas. Foto: Lambujja

O Encontro, sem sombra de dúvidas, foi muito positivo para a melhor organização das ações da Blogosfera. Porém, antes de prosseguir, devo fazer algumas ressalvas sobre acontecimentos do evento e o “movimento” em torno da rede de blogs.

O primeiro deles propõe que o “organismo” seja apartidário: não foi o ocorrido por lá. Militantes do PT e de outros partidos ditos de esquerda, com camisetas de Dilma Roussef (inclusive, o ator José de Abreu). Até o Ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, passou pelo evento. Havia também o candidato a deputado federal e blogueiro, Brizola Neto. Oras, cadê o apartidarismo?

Outro ponto celebrado no encontro foi a diversidade, o respeito ao diferente a pluralidade de opiniões. Claro, a diversidade cultural fervilhou, já a de opiniões nem tanto. Por duas vezes, a manifestação contrária foi criticada. Em uma, o participante perguntou se os blogueiros mais “importantes” não substuiriam a grande mídia no controle da informação nesse processo e criticou a mentalidade do governo de Lula. Segundo o blogueiro, o governo federal tem mentalidade tucana. A plateia ficou incomodada e ouviram-se comentários dispersos. Na segunda vez, quando a blogueira Conceição Oliveira falava sobre o Twitter, mostrou-se claramente a favor da candidata petista ao Planalto. Uma voz na plateia pediu que ela se concentrasse na ferramenta e deixasse o “proselitismo partidário” de lado. As pessoas que assitiram, mais uma vez, ficaram irrequietas, com gemidos e assobios cochichados. Achei ambas as intervenções dos questionadores muito válidas.

Abertura do Encontro. Foto: Lambujja

Criticar as políticas de José Serra, sim. Apontar os erros, claro, agora não esqueçamos que os outros candidatos não são perfeitos. E que a proposta é não ter um partido. Não vi ninguém por lá fazendo propagandas de Marina Silva, Rui Costa Pimenta ou Levy Fidelix.

Quero ressaltar que a organização não tomou parte das críticas manifestadas pela plateia, mas um organismo é feito de membros, os quais, nesse caso, majoritariamente expressaram-se, e pensam, dessa maneira ruim. Onde está o espírito crítico que diferencia os blogs, da “velha” imprensa tão criticada por nós? Essa questão, me fez rever, inclusive, meus votos.

Imaginei que a plateia estaria lotada de jovens. Eu vi muito mais gente de cabelos brancos do que com espinhas no rosto.

Fora esses acontecimentos, uma série de grandes ideias são muito pertinentes, podem (e vão) colocar os blogs na linha de frente da informação, combatendo excessos e abusos promovidos pelos grandes oligopólios de comunicação.

Da esquerda pra direita: Altamiro Borges, Rodrigo Vianna, Débora da Silva e Luís Nassif. Foto: Altamiro Borges

Chamaram-me a atenção dois casos, um dos quais não conhecia. As palavras de Débora da Silva me comoveram profundamente. Ela é colaboradora do blog Mães de Maio. Pessoa humilde e muito batalhadora. Impressiona sua força de vontade. Como mãe, atua na luta para o esclarecimento da matança indiscriminada promovida pela polícia paulista nos episódios do PCC, em 2006. O segundo caso, é o do blogueiro Mosquito, do Tijoladas do Mosquito, o qual denunciou o crime bárbaro de estupro de uma garota de 14 anos por três jovens, incluindo o filho de um dos diretores da RBS, afiliada da Rede Globo, em Santa Catarina. A “grande” mídia abafou o caso. Mosquito não. Inclusive, sofre ações na justiça (?) por conta dessa denúncia.

Plateia acompanha atenta, e conectada, o 1º Encontro Nacional dos Blogueiros Progressistas. Foto: Altamiro Borges

Foram muito esclarecedoras as exposições sobre a parte de ganho financeiro com os blogs (Geórgia Pinheiro, do Conversa Afiada e Leandro Guedes, da Agência Café Azul) e as questões judiciais (principalmente com, Diego Casaes, do Global Voices, Túlio Vianna, professor da UFMG na área do Direito e Marcel Leonardi, professor da FGV). Sérgio Amadeu levantou o perigo do fim da “neutralidade da rede”. O que é isso? Em suma: quem paga mais, abre seus endereços com mais rapidez do que os que pagam menos. Por exemplo: o site da Veja abriria muito mais rápido que meu blog, pois eles comprariam mais pacotes das empresas de comunicação da Internet. Algo extremamente perigoso. Se levado a cabo, pode trazer graves consequências.

Sem dúvidas está sendo um grande passo adiante. Amanhã será o encerramento. Trarei notícias a vocês sobre. Desde já agradecendo e parabenizando os membros da organização do evento, sem os quais seria impossivel viabilizar esse marco, não só para a imprensa brasileira, mas para todo o Brasil.

Anúncios

Sobre Diego Moura

Jornalista com experiência em comunicação corporativa na área de mineração e assessoria de imprensa em organização pública. Um dos autores do livro-reportagem "Não foram apenas as unhas - As mulheres no inferno da ditadura". Atualmente, tem interesse em trabalhos em redação e cobertura jornalística. É autor do blog "Textos para pensar".
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

3 respostas para Sobre o 1º Encontro dos Blogueiros

  1. Rogerio Chaves disse:

    Caro Disimo, tudo legal?
    Tb estiva no Encontro. Diferente de vc, não acredito que haja qualquer ambiente social onde não se manifeste, principalmente em anos eleitorais e com conjuntura tão ligada ao período de campanha, onde as pessoas participantes não proclamem seu lado e suas opiniões.
    Vc vai ver isso na sua sala de aula (é aluno do Mackenzie, né?), na sua família, entre amigos do trabalho, numa missa (se vc for católico), num culto da igreja protestante ou evangélica, na padaria da esquina quando for tomar café.
    Ir ao um encontro como esse ter uma oportunidade de ouvir e poder falar sobre suas preferências. Pelo que pude testemunhar, todos tiveram a palavra assegurada, mesmo os dissonantes da maioria que lá se expressou.
    O fato é que os partidos e partidários de direita se uniram para montar aquela presepada no Instituto Milenium. Onde, a um custo de 500,00 por cabeça, desancaram o governo federal, o Lula, a Dilma etc.
    O importante, na minha opinião, é estar no jogo, e se tiver lado expresso, melhor.
    Abração, vamos em frente.

    Rogério

    • Disimo disse:

      Opa! Tudo ótimo e vc? =)
      Então, o problema não é expressar sua posição, é ter uma voz uníssona no caso dos partidos. E não há como dizer que será uma organização apartidária. E claro que sim, as pessoas se expressaram, mas os questionamentos foram mal recebidos pela plateia. Fora isso, o Encontro foi extremamente positivo. É um grande passo, e que marcou história!

      Grande abraço!

      Disimo

  2. Luana disse:

    Oii Di

    tava com saudade de passar aqui, por que adoro seu blog.( desculpe-me ausencia).

    Então… adorei esse encontro que você descreveu a cima, acho muito importante pessoas como ( você que escrevem sobre a política no Brasil entre outras coisas) terem esse encontro. Pena, como você disse, que tinha mai gente de cabels grisalhos do que pessoas com espinhas na face. Eu não posso falar muito não fui, mas pena que outros tantos também não compareceram.
    Me pareceu, de leve, que estavam mais querendo fazer propagando política dos “famosos” ( Dilma e Serra) do que outra coisa, me desculpe se estiver equivocada.

    Gostei das indicações dos blogues, e certeza que vou dar uma passar por ele agora.

    beijos e passo por aqui em breve.

    Até.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s