Mudanças na FUVEST

Semana passada brincava com alguns colegas dizendo que não era possível o que acontece esse ano. Todos os vestibulares passam por reformas, e justo no ano em que vamos prestá-los para valer. O ENEM passa por mudanças (para saber mais leia o blog Prof. Toni). Agora é a FUVEST. As mudanças no sistema de aplicação do vestibular já tinham sido anunciadas, porém ainda estavam em fase de discussão e adequação. Foram aprovadas e divulgadas amplamente pela mídia hoje. A entrada se torna mais difícil na medida em que a segunda fase cobra uma abrangência maior do que anteriormente. Serão 3 dias de prova de segunda fase.
No primeiro, 10 questões de Língua Portuguesa e a redação. No segundo dia, vigoram 20 questões de todas as matérias em questõs dissertativas, substituindo o antigo modelo de uma matéria a cada dia.
E haverá um terceiro dia em que serão 12 questões (dissertativas também) que abordarão 2 ou 3 disciplinas eleitas de acordo com a graduação.

A primeira fase se mantém com 90 questões objetivas, porém apenas com caráter eliminatório, não contando pontos na segunda fase (em um resultado onde uma pessoa fez 50 pontos, e outra fez 85, mas a nota de corte for 40, ambos vão “zerados” para a próxima etapa, onde uma nova “competição” se inicia.

Para saber mais: http://noticias.terra.com.br/vestibular/interna/0,,OI3708276-EI8281,00-USP+aprova+mudancas+para+o+vestibular+da+Fuvest.html

Anúncios

Sobre Diego Moura

Jornalista com experiência em comunicação corporativa na área de mineração e assessoria de imprensa em organização pública. Um dos autores do livro-reportagem "Não foram apenas as unhas - As mulheres no inferno da ditadura". Atualmente, tem interesse em trabalhos em redação e cobertura jornalística. É autor do blog "Textos para pensar".
Esse post foi publicado em Cotidiano, Vida do Disimo. Bookmark o link permanente.

3 respostas para Mudanças na FUVEST

  1. Prof Toni disse:

    Minha esperança é que essas mudanças consigam avaliar melhor os alunos do ensino básico. A inclusão das perguntas de todas as áreas do conhecimento é positiva, pois acaba com o “especialista” do ensino médio. Você e seus amigos debutarão no novo sistema, é torcer para que ele seja mais justo e não um aumento dessa tortura chamada vestibular.

  2. Disimo disse:

    E é claro, que aquelas escolas que trabalham com as técnicas de memorização para o vestibular vão ter que repensar seu modo de agir.

  3. Daniela disse:

    Acho esse novo modelo da fuvest muito melhor do que o anterior. Por exemplo, antes, o candidato a pedagologia prestava 2ª fase apenas de português e história, sendo que, para ser professor de ensino fundamental, é necessário ter conhecimento básico a respeito de todas as matérias. Assim, os candidatos são forçados a estudar igualmente, pois farão todos a mesma quantidade de provas.

    Eu li reportagens sobre esse novo Enem. Muito legal também, várias faculdades já aderiram a ele. O novo Enem vai substituir o vestibular, sendo que eles esperam fazê-lo várias vezes ao ano.
    Apesar disso, ouvi dizer que a Fuvest não pretende mudar em relação ao Enem nem nesse ano nem nunca. Gostaria de saber se é verdade e onde eu posso ler especificamente sobre isso…
    Se souber, depois vc me fala, pode ser?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s